logo

sábado, 11 de outubro de 2014

[esporte] Brasil vence a Argentina na China e ganha o troféu do Superclássico das Américas

Em seu primeiro clássico no retorno ao comando da Seleção Brasileira, o treinador Dunga somou mais uma vitória sobre o arquirrival: 2 a 0 em Pequim, com dois gols de Diego Tardelli. Foi o terceiro triunfo em três jogos do técnico nesta nova fase, ainda sem sofrer gols. Depois da conquista do Superclássico das Américas, o próximo amistoso do Brasil acontece contra o Japão, em Cingapura, na próxima terça-feira.

Em sua primeira passagem pela Seleção, Dunga conquistou vitórias marcantes contra a Argentina. Em 2006, ganhou amistoso por 3 a 0 em Londres; na final da Copa América de 2007, com um time sem as principais estrelas, aplicou outro 3 a 0 sobre o rival e foi campeão; nas Eliminatórias da Copa, venceu por 3 a 1 em Buenos Aires. Saldo amplamente favorável, apesar dos 3 a 0 sofridos para os argentinos na semifinal da Olimpíada de 2008, justamente em Pequim.

[política] Refletindo nas eleições governamentais, força política do prefeito de Apodi cai em cerca de 33%

Nas eleições municipais de 2012 o prefeito de Apodi saiu vitorioso com uma maioria expressiva. Flaviano Monteiro (PCdoB) venceu a todos os gestores anteriores com 13.057 votos contra 10.133 da ex-prefeita Gorete Silveira (PMDB).

Sendo o único prefeito do PCdoB eleito no Estado, ele chamou a atenção do Rio Grande do Norte pela sua influência e liderança política. Porém, refletindo nas eleições estaduais, neste primeiro turno, e considerando que cerca de 80% da população vota de acordo com a política local, o atual prefeito teve uma queda de mais de 33% do seu eleitorado, isso se considerarmos os 100% dos eleitores que votaram em ambas as eleições.

O candidato do prefeito ao governo Robinson Faria, obteve apenas 8.870 votos (67,93%), uma queda de 4.187 votos (33,07%). Enquanto o candidato da oposição, Henrique Alves, recebeu 9.944 votos (98,13%), uma queda de apenas 189 votos (1,87%).

Amantes da política local dizem que o reflexo das eleições são uma alerta para o gestor que com a quase dois anos no poder não tem conseguido convencer a maioria da população sobre a sua nova maneira de administrar.

Flaviano é professor de história, formado pela UERN, e estar prefeito do município desde janeiro do ano passado. Sua única gestão conhecida na cidade, antes de ser prefeito foi a da Associação Comunitária Desportiva Apodiense, ACDA.

[política] Mais da metade dos eleitos para o legislativo no RN são milionários

O Rio Grande do Norte tem mais da metade dos eleitos para cargos legislativos representada por milionários. Dos 33 candidatos que saíram vencedores das eleições para deputado estadual, deputado federal e senador, 17 declararam ter patrimônio superior a R$ 1 milhão. O levantamento foi feito pelo G1 com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Do total de milionários, 11 ocuparão cargos na Assembleia Legislativa e seis na Câmara Federal.
Candidato e partidoPatrimônio em 2014
José Dias (PSD)R$ 34,5 milhões
Felipe Maia (DEM)R$ 15,4 milhões
Fábio Faria (PSD)R$ 5 milhões
Álvaro Dias (PMDB)R$ 2,7 milhões
Antônio Jácome (PMN)R$ 2,4 milhões
Getúlio Rêgo (DEM)R$ 2,2 milhões
Tomba Farias (PSB)R$ 2,1 milhões
Ricardo Motta (PROS)R$ 1,8 milhão
Agnelo Alves (PDT)R$ 1,7 milhão
Galeno Torquato (PSB)R$ 1,5 milhão
Zenaide Maia (PR)R$ 1,4 milhão
Nelter Queiroz (PMDB)R$ 1,4 milhão
Rogério Marinho (PSDB)R$ 1,2 milhão
José Adécio (DEM)R$ 1,1 milhão
Ezequiel Ferreira (PMDB)R$ 1,1 milhão
Walter Alves (PMDB)R$ 1,1 milhão
Albert Dickson (PROS)R$ 1,1 milhão
No total, os eleitos para cargos legislativos no estado declararam R$ 83,6 milhões em patrimônio. Os número cresceu em relação às legislaturas anteriores. Em 2010, eram 12 milionários entre os 34 eleitos para cargos legislativos. Juntos, os políticos somavam um patrimônio declarado de R$ 76,2 milhões.
O mais rico entre os eleitos é o deputado estadual José Dias (PSD). O advogado declarou possuir R$ 34,5 milhões. Entre os bens estão participações em empresas, aplicações em fundos de investimentos e imóveis no Rio Grande do Norte. José Dias foi reeleito para o sexto mandato parlamentar na Assembleia Legislativa.

Da Câmara Federal vem o segundo candidato a cargos legislativos com maior patrimônio declarado. É Felipe Maia (DEM), filho do senador José Agripino (DEM). O deputado federal reeleito declarou R$ 15,4 milhões em bens, que incluem quotas de participação em empresas, terrenos, imóveis e aplicações em fundos de investimento. Maia vai para o terceiro mandato como deputado estadual.

A lista segue com o deputado federal Fábio Fária (PSD), que se reelegeu para seu terceiro mandato na Câmara Federal. Filho do candidato ao governo do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD), o político declarou ter R$ 5 milhões em bens. Com patrimônio superior a R$ 2 milhões estão os deputados estaduais Álvaro Dias (PMDB), Getúlio Rêgo (DEM) e Tomba Farias (PSB) e Antônio Jácome (PMN). Os três primeiros foram eleitos deputados estaduais e o último ocupará uma vaga na Câmara Federal.
Completam o ranking de milionários Ricardo Motta (PROS), Agnelo Alves (PDT), Galeno Torquato (PSB), Nelter Queiroz (PMDB),  José Adécio (DEM) e Ezequiel Ferreira (PMDB), eleitos deputados estaduais, e Walter Alves (PMDB), Zenaide Maia (PR) e Rogério Marinho (PSDB), que ganharam vagas na Câmara Federal.

O único que declarou não ter bens entre os vencedores dos cargos legislativos foi o deputado federal eleito Betinho Rosado Segundo (PP), substituto do pai, o atual deputado federal Betinho Rosado (PP), que declarou patrimônio de R$ 2 milhões, mas não concorreu à reeleição porque teve o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN).

Evolução dos patrimônios
Na Câmara Federal, seis dos oito eleitos são milionários. Entre as duas legislaturas, os dois reeleitos, Felipe Maia (de R$ 7,4 milhões para R$ 15,4 milhões) e Fábio Faria (de R$ 1,9 milhões para R$ 5 milhões), mais do que dobraram de patrimônio no período.


Quem também dobrou o patrimônio foi Walter Alves, filho do senador Garibaldi Alves. Desde que foi eleito deputado estadual em 2012, o patrimônio declarado subiu de R$ 502 mil para R$ 1,1 milhão.

Tendo percorrido o mesmo caminho da Assembleia Legislativa para a Câmara Federal, Antônio Jácome teve um aumento de R$ 1,7 milhão para R$ 2,4 milhões no patrimônio declarado ao TSE.
Na Assembleia Legislativa, 11 dos 24 deputados estaduais eleitos são milionários. Entre as duas legislaturas, 16 deputados estaduais foram reeleitos. O patrimônio de 11 deles aumentou no período: José Dias, Tomba Farias, Ezequiel Ferreira, Ricardo Motta, Getúlio Rêgo, Nelter Queiroz, Fernando Mineiro (PT), Gustavo Fernandes (PMDB), Márcia Maia (PSB), Hermano Morais (PMDB) e José Adécio, que apesar de não ter sido eleito em 2010, assumiu a vaga e vai terminar a legislatura na Casa Legislativa.

O maior aumento de patrimônio foi do deputado estadual Tomba Farias. A soma declarada pelo político aumentou mais de 500%, passando de R$ 415 mil para R$ 2,1 milhões. Já Nelter Queiroz dobrou o patrimônio em quatro anos. Os bens declarados pelo político passaram de R$ 712 mil para R$ 1,4 milhão em quatro anos.

Os demais crescimentos mais significativos na Assembleia Legislativa foram de José Dias (de R$ 20,6 milhões para R$ 34,5 milhões) e Getúlio Rêgo (R$ 1,4 milhão para R$ 2,2 milhões).

Fonte: G1

[economia] Mega-Sena pode pagar R$ 12,5 milhões neste sábado

O sorteio do concurso 1.643 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (11), pode pagar R$ 12,5 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado em Conselheiro Pena (MG), a partir das 20h (horário de Brasília).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), com o valor do prêmio, o ganhador poderá comprar 20 imóveis de R$ 600 mil cada, ou ainda uma frota de 83 carros de luxo. Se quiser investir, aplicando o prêmio de R$ 12,5 milhões na poupança, poderá se aposentar com uma renda de de R$ 76,5 mil por mês.

[política] Ibope registra primeira pesquisa no RN, resultado sairá na quarta-feira

O Ibope registrou a primeira pesquisa do segundo turno no Rio Grande do Norte.

Pesquisa encomendada pela TV Cabugi que divulgará os números no dia 15, quarta-feira.

A pesquisa custou à afiliada da Globo, R$ 50.327,76.

[política] Garibaldi diz que Robinson está arrogando e que vai perder a eleição

“No debate deu para sentir e perceber que o adversário está apelando. Está agressivo. Está prepotente e arrogante e pensando que já ganhou a eleição”. Essa é a avaliação de Garibaldi Filho, coordenador da campanha de Henrique Alves no segundo turno e ministro da Previdência, acerca da postura de Robinson no último debate entre candidatos. Frente a isso, Garibaldi convocou as lideranças para trabalhar pela eleição de Henrique.
“Robinson vai ver no segundo turno. Acredito em vocês porque estão perto do eleitor, que é quem vai decidir a eleição. Estamos diante do segundo turno e temos que botar pra quebrar”, afirmou o ministro. O chamado do Garibaldi foi endereçado aos prefeitos e lideranças da coligação União Pela Mudança nas regiões do Mato Grande, Agreste e Central.“Temos que ir, cada um de nós, aos respectivos municípios e trabalhar, pois acredito no potencial de cada um de vocês. Se dermos cada um de si, teremos uma vitória ainda maior no segundo turno”, falou Garibaldi.

[política] Agenda dos candidatos ao governo RN para este sábado (11)

Confira a agenda para este sábado (11) dos candidatos ao governo do estado, em ordem alfabética:
Henrique Alves (PMDB)
15h: Caminhada nos bairros Paredões e Barrocas, em Mossoró.
19h: Visita o município de Felipe Guerra.
21h: Comício no município de Apodi.

Robinson Faria (PSD)

9h: Caravana no município de Assú, na região Oeste.
14h: Carreata em São Gonçalo do Amarante e Macaíba, na Grande Natal.

[política] Vereador Chico de Marinete consegue convencer aprovação de colegas sobre projetos do executivo

O vereador Chico de Marinete (PCdoB) conseguiu, durante sessão ordinária desta última quinta feira, em Apodi, convencer os colegas do legislativo a votarem a favor dos projetos que estava sendo travados pela Câmara Municipal de Apodi.

O Projeto de Lei 045/2014 que autoriza o poder executivo a abrir crédito adicional até o valor de R$ 300 mil reais, para compra de mobílias e materiais de expediente das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Córrego e de Santa Rosa.

O projeto é de autoria do executivo. Chico de Marinete faz parte da base aliada do prefeito da cidade.

[política] Ação do MPF apontou irregularidades cometidas pelo ex-gestor e por empresas que participaram da fraude à licitação

O ex-prefeito de Tangará, Giovannu César Pinheiro e Alves, foi condenado por fraudar uma licitação para aquisição de merenda, em 2001, e por enriquecimento ilícito, já que sacou na “boca do caixa” R$ 26 mil do convênio firmado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A sentença é fruto de uma ação civil pública apresentada pelo Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN).

Além do ex-prefeito, também foram condenados as empresas Rabelo e Dantas Ltda. (atualmente Online Digitação e Apoio Logístico Ltda.), J&J Distribuidora de Alimentos Ltda. ME., FC da Silva Comércio ME.; e os empresários Creso Venâncio Dantas, Orlando Luís Pessoa e Francisco Canindé da Silva. Todos terão de ressarcir o prejuízo causado aos cofres públicos, R$ 25 mil a serem corrigidos monetariamente, e pagarão multa, além de terem direitos suspensos.

O ex-prefeito, além do ressarcimento, foi condenado ainda à perda da função pública que eventualmente exerça; suspensão dos direitos políticos por 10 anos (a contar do trânsito em julgado); pagamento de multa civil; e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, pelo prazo de 10 anos.

De acordo com a ação do Ministério Público Federal, a suposta licitação para aquisição de merenda, destinada ao Programa de Educação de Jovens e Adultos, foi toda “montada” dentro do escritório Rabelo e Dantas Ltda., comandando por Creso Venâncio. Os proprietários das duas empresas participantes da “licitação” (J &J Distribuidora e FC da Silva), Orlando Luís e Francisco Canindé respectivamente, emprestaram seus nomes e os documentos das firmas, permitindo a fraude.

Uma terceira empresa foi envolvida indevidamente, através da falsificação das assinaturas de seu sócio, comprovada por meio de exame grafotécnico. “(...) não só a licitação em comento mas, principalmente, os supostos pagamentos efetuados em favor da citada pessoa jurídica, efetivamente não passaram de fraudes e configuram a apropriação de recursos promovida pelo ex-prefeito Giovannu César”, destaca o MPF.

O processo tramita na Justiça Federal sob o número 0011419-46.2009.4.05.8400.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

[política] Wilma de Faria integra-se a coordenação da campanha de Henrique

A coordenação geral da campanha do candidato ao Governo do RN, Henrique Alves (PMDB) neste segundo turno ganha mais um reforço de peso. A ex-governadora e candidata ao senado Wilma de Faria (PSB) se integrou, na manhã desta sexta-feira (10) a coordenação, ao lado do ministro Garibaldi, do candidato a vice-governador João Maia e de tantos outros.

Wilma atendeu o convite do próprio Henrique e já participou de reuniões definindo estratégias para a campanha, que começa oficialmente hoje por vários bairros de Natal e encerrando a noite em Parnamirim.

[humor] Em entrevista coletiva, um jornalista tentou curtir com Tiririca e passou vergonha

Em entrevista coletiva, um jornalista tentou curtir com Tiririca e passou vergonha.

Perguntou se Tiririca tinha sido eleito por 1 milhão de nordestinos, Tiririca responde; que "não" "Fui eleito por 1 milhão de abestadó". 

O jornalista não satisfeito pergunta porque o Sr. Tiririca não se candidatou no Ceará ?

Ele reponde, "No meu Ceará não tem abestadó"...

[política] Inter TV Cabugi promove debate entre candidatos ao governo no 2º turno no dia 23

A Inter TV Cabugi promove no dia 23 o debate com os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte que disputam o segundo turno. O programa será mediado pelo jornalista Ari Peixoto e vai ao ar logo após a novela Império. Henrique Eduardo Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) confirmaram presença no debate.

A ordem em que os candidatos farão as perguntas foi sorteada em reunião realizada nesta quarta-feira (8) com a presença de assessores dos candidatos. De acordo com as regras, o debate terá três blocos. No primeiro e no segundo bloco haverá uma rodada de perguntas com tema livre e uma rodada com tema determinado. O terceiro bloco será para as considerações finais de cada candidato.

Os candidatos terão trinta segundos para fazer a pergunta; um minuto e meio para a resposta; um minuto para a réplica; e um minuto para a tréplica. No último bloco, cada candidato terá dois minutos e trinta segundos para fazer as considerações finais.

[política] Aécio Neves e coligação são multados em R$ 40 mil por falta de nome de vice em inserções

O ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), multou o candidato à Presidência da República Aécio Neves e a Coligação Muda Brasil em R$ 40 mil por terem veiculado oito inserções na televisão – quatro inserções de 15 segundos no dia 1ª de outubro e mais quatro no dia 2 – sem indicação do nome do candidato a vice-presidente, Aloysio Nunes Ferreira. O ministro julgou procedentes duas representações apresentadas ao TSE por Dilma Rousseff e pela Coligação Com a Força do Povo, impondo a Aécio e a sua coligação multa de R$ 5 mil por inserção.

“Após assistir à mídia, identifiquei violação ao artigo 36, parágrafo 4º, da Lei das Eleições, pois, de fato, não consta o nome do candidato a vice-presidente integrante da chapa lançada pela coligação ora representada, o que atrai, portanto, a sanção do parágrafo 3º do mesmo artigo, como assentado por esta egrégia Corte em diversas oportunidades”, afirmou o ministro.

O relator rejeitou a alegação de ilegitimidade do candidato Aécio para constar no polo passivo da demanda porque a inicial da representação não teria indicado seu prévio conhecimento. “Trata-se de propaganda eleitoral apresentada pelo representado Aécio Neves em benefício próprio, visando à eleição ao cargo de presidente da República. Dessa forma, revela-se impossível que o candidato não teve ciência do conteúdo da publicidade veiculada nas inserções impugnadas, tendo em vista que, repise-se, fora apresentada por ele próprio, muito próximo à realização do pleito”, concluiu.

[política] Agenda dos candidatos ao governo RN para esta sexta (10)

Confira a agenda para esta sexta-feira (10) dos candidatos ao governo do estado, em ordem alfabética:

Henrique Alves (PMDB)
15h: Caravana pelos bairros Alecrim, Quintas, Bom Pastor, Nossa Senhora de Nazaré, Felipe Camarão, Cidade Nova, e Cidade da Esperança, nas zonas Leste e Oeste de Natal.
19h: Caravana em Parnamirim, na Grande Natal.

Robinson Faria (PSD)
10h: Gravação com equipe de marketing.
18h: Entrevista coletiva em Mossoró, na região Oeste do RN.
19h: Caravana em Mossoró.
22h: Comício em Baraúna, na região Oeste do RN.
22h: Comício em Areia Branca, na região Oeste do RN.

[política] Confira os detalhe da batalha entre Henrique e Robinson no debate da Band

No terceiro bloco do debate da Band Natal, em parceria com o Portal Nominuto e a rádio 96FM, os dois candidatos aos governo do estado, Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD), voltaram a fazer perguntas entre si com temas livres, com direito à réplica e tréplica, o que gerou conflitos entre os governadoráveis.

O primeiro a perguntar foi Henrique Eduardo (PMDB), que questionou Robinson sobre a definição de "curral eleitoral".

Em seguida, o candidato do PSD respondeu. “O curral eleitoral que falo é a sua família, a família Alves”.

Na réplica, o peemedebista retrucou. “Eu perguntei o que ele entende sobre curral eleitoral, ele não respondeu o que eu perguntei. Ou ele não sabe a resposta ou quis esconder. Nós ganhamos no primeiro turno e vamos ganhar no segundo. O candidato fala dos meus apoios, não fale dos meus, vá cuidar dos seus".

Robinson na tréplica. "Os recados das urnas no primeiro turno são muito claros. O povo discordou do candidato Henrique. Quem chegou perto do acordão o povo não aceitou. Os parceiros do acordão, todos perderam"..

Na sequência, foi a vez de Robinson questionar sobre emprego. Henrique  respondeu. “Temos que abrir as cadeias produtivas, abrir o Rio Grande do Norte para os empresários, pois eles não estão vindo para o RN. Falta uma política de atração as empresas.

Na réplica, o candidato do PSD disse que “o candidato tem um orçamento em Brasília de quase R$ 5 bilhões. E a produtividade dele em Brasília é quase nula. Ou seja, ele não aprovou os grandes sonhos do povo brasileiro. Henrique tem uma produtividade muito baixa para um orçamento muito alto".

Henrique se defendeu. "Dizer que não aprovamos nada? Acho que nem jornal o candidato ler. O senhor não pode conhecer a verdade, por mais desinformado que seja ou por má fé".

Logo, Henrique perguntou a Robinson sobre o crime ecológico da Marra Negra. "O candidato Henrique está indo contra a memória do meu pai, atacando-o. A tranquilidade do candidato passou. O candidato não conhece da questão ambiental. O meu pai cumpriu rigorosamente o que estava aprovado na SUDENE. A memória do meu pai foi inocentada. Mas, o candidato Henrique não o respeita, apesar dele ter sido amigo do pai dele", respondeu Robinson.

Réplica Henrique. "A questão não é de memória, não é pessoal. A questão é institucional. Lá foram dizimadas mais de 500 toneladas de peixes, de animais marinhos. O manguezal desapareceu. Esse é um fato inconstitucional e faço o questionamento ao governadorável".

Robinson respondeu. "Essa questão já foi resolvida. Você gosta de mandar, você vai fechar o TJ, você discorda do tribunal, você está acima da lei, candidato? É lamentável que Henrique chegue ao segundo turno desequilibrado e trazendo novamente um fato que já foi solucionado pelo tribunal".

Em seguida, Robinson perguntou a Henrique sobre o atraso da cidade Angicos, onde o candidato tem raízes. 
Henrique respondeu falando que da obras da BR 304, da barragem de Oiticica e de outras obras. "O telespectador sabe que é verdade, ele sabe que essas obras estão acontecendo".

Na réplica Robinson Faria . "Você que está em casa, o candidato Henrique desafia sua inteligência. E o povo já sabe, que o candidato Henrique não representa a mudança".

Henrique finalizou. "Ele comenta que nunca mudou e que dialoga com as pessoas a exaustão".

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

[política] Henrique Alves estará em Apodi neste sábado (11)

O candidato ao governo pelo PMDB, Henrique Alves, estará em Apodi neste sábado (11). A decisão foi anunciada agora a noite na reunião da majoritária municipal com a presença de todos os partidos que compõe a chapa de apoio.

A reunião aconteceu por volta das 18:00 horas e lá foi decidido que ocorrerá uma carreata com saída em frente a escola Antônio Dantas até o Calçadão da Lagoa.

* Ratificando: A saída será da Rua Antônio Lopes Filho.

[política] Apple é a marca mais valiosa do mundo pelo 2º ano seguido

Apple e Google são pelo segundo ano consecutivo as marcas mais valiosas do mundo, segundo relatório da consultoria Interbrand. Pela primeira vez desde o início do ranking, em 2000, duas marcas alcançaram um valor superior a US$ 100 bilhões.

Em primeiro lugar, a Apple foi avaliada em US$ 118,9 bilhões, registrando um crescimento de 21% ante o resultado do ano passado. Ela é seguida pelo Google, avaliado em US$ 107,4 bilhões.

A Coca-Cola foi avaliada em US$ 81, 56 bilhões e ficou em terceiro lugar, na mesma posição de 2013, quando foi desbancada do primeiro posto pela Apple.

Em nota, o presidente global da Interbrand, Jez Frampton, disse que Apple e Google “atingiram novos patamares, tanto em termos de crescimento da empresa, como na história da Best Global Brands”.

Entre as dez primeiras colocadas há outras duas empresas de tecnologia (Microsoft e Samsung), fazendo com que o setor ocupe quatro posições no top 10.

MAIORES CRESCIMENTOS

As marcas que apresentaram o maior crescimento ante o ano passado foram Facebook (86%), Audi (27%) e Amazon (25%).

Segundo a Interbrands, o bom desempenho do Facebook é resultado de suas operações no negócio mobile, da ampliação de seu portfólio de produtos, como a aquisição do Whatsapp, e de um faturamento de US$ 1,4 bilhão no segundo trimestre.

A Audi foi a marca que mais cresceu no setor automotivo em 2014, quando vendeu a maior quantidade de carros em sua história.

Já a Amazon lançou produtos populares como o Kindle Paperwhite e o Fire Phone. Além disso, a empresa investe em parcerias de conteúdo, como a feita como a HBO para a exibição de séries.

[política] Aécio começa 2º turno com 51% ante 49% de Dilma, mostra Datafolha

O segundo turno da eleição presidencial começa com uma disputa extremamente acirrada. Pesquisa Datafolha finalizada nesta quinta (9) mostra empate técnico entre o senador Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT). Mas, pela primeira vez, com o tucano numericamente à frente. Ele tem 51% das intenções de voto válido ante 49% da petista.

A margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos. Dessa forma, Aécio pode ter entre 49% e 53%. Já Dilma pode ter entre 47% e 51%. Considerando todas as pesquisas do instituto desde 1989, é a primeira vez que um candidato que ficou em segundo lugar no primeiro turno aparece com mais intenções de voto que o vencedor num estudo de segundo turno.

Analisando o histórico da polarização PT x PSDB, é a primeira vez também, desde 2002, que um tucano aparece numericamente à frente de um petista em simulação de turno decisivo. Em votos totais, o placar é 46% para Aécio, 44% para Dilma, 4% dispostos a votar nulo ou em branco, e 6% de indecisos.

O Datafolha ouviu 2.879 eleitores em 178 municípios na quarta e nesta quinta. O nível de confiança da pesquisa é 95% (em 100 levantamentos com a mesma metodologia, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-01068/2014.

[política] Aécio tem 46%, e Dilma, 44%, diz 1ª pesquisa Ibope do segundo turno

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (9) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

– Aécio Neves (PSDB): 46%
– Dilma Rousseff (PT): 44%
– Branco/nulo/nenhum: 6%
– Não sabe: 4%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. É o primeiro levantamento divulgado pelo instituto no segundo turno da eleição presidencial. Se forem excluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, os índices são:

Aécio – 51%
Dilma – 49%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores de 7 e 8 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01071/014.

[política] Distribuição de tempo da propaganda gratuita é definido no RN

O juiz eleitoral da 2ª Zona Eleitoral, Paulo Giovani Militão de Alencar, a promotora eleitoral daquele juízo, Genivalda de Sousa Figueiredo, representantes legais das coligações concorrentes e o representante legal da emissora geradora foi realizado o sorteio da ordem de veiculação do primeiro dia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, em rede e em inserções para o cargo de governador no segundo turno do pleito 2014, que se iniciará no próximo sábado (11).

Na ordem estabelecida pelo sorteio, primeiro será a veiculada a propaganda da coligação “União pela Mudança”  e, na sequência, “liderados pelo Povo”. Quanto a distribuição do tempo e o plano de mídia das inserções de horários gratuitos foi utilizado o sistema oficial do horário eleitoral gratuito estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O horário gratuito ocorrerá em dois períodos diários de 20 minutos (tanto para os candidatos a governador quanto para os que concorrem a presidente), inclusive aos domingos, dividido o tempo igualmente entre os candidatos em disputa (dez minutos para cada um).  A propaganda para governador virá imediatamente após a propaganda eleitoral dos candidatos à Presidência.

No caso, as propagandas de segundo turno (iniciando sempre pelos horários gratuitos dos candidatos a presidente) começam às 7h e às 12h, no rádio, e às 13h e às 20h30, na televisão, pelo horário de Brasília (DF).

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, relativa ao segundo turno, pode começar 48 horas após a proclamação dos resultados do primeiro turno, pela legislação, no Rio Grande do Norte, a exemplo do restante do país, os programas poderiam ser iniciados nesta quinta-feira (9), mas os advogados das coligações dos dois candidatos, Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD), apresentaram um pedido para o início da veiculação dos programas começarem apenas no sábado.

[política] Kelps Lima destaca projeto que cria regras para transição de governador

O deputado Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) pediu celeridade na votação do projeto que cria regras durante a transição entre um governador e outro. O parlamentar, que é autor do projeto, considera a matéria essencial para um bom encaminhamento da administração pública.

“Precisamos de uma lei para o estado independente do governador. É muito importante que o próximo governador não fique às cegas, isso gera um enorme prejuízo para a sociedade. Se o governador eleito só tiver acesso às informações em janeiro, vai demorar até que ele tome conhecimento da real situação”, disse.

Essa lei obriga os gestores a abrirem as caixas pretas de seus governos três meses antes da posse do sucessor. Assim, quando for assumir o cargo, o novo governante já saberá o que está acontecendo. Além disso, o gestor que sai ficará com medo de ter seu desmantelo (caso haja) divulgado na opinião pública e terá mais zelo para deixar a casa arrumada.

[política] Situação de Leonardo Nogueira e José Agripino não anda nada bem

Não convidem para a mesma mesa o deputado Leonardo Nogueira e José Agripino. Tudo porque Leonardo Nogueira anda na bronca com o presidente nacional do Democratas por achar que não teve do partido apoio necessário nas eleições. Ele tem dito aos mais próximos que foi abandonado pelo partido como retaliação pela saída da mulher, Fafá Rosado, para o PMDB.

Leonardo, apesar de todos os problemas internos da legenda, continuou no DEM e acabou perdendo a vaga na Assembleia Legislativa. Para completar, ainda viu Fafa Rosado perder a eleição para deputada federal com uma votação quase inexpressiva.

[política] Policia interrompe sessão e prende oito vereadores acusados de receber propina

algemasEm operação comandada pela Promotoria de Justiça de Joaquim Gomes, pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL) e pelas Polícias Civil e Militar, oito vereadores do município foram presos, nesta quarta-feira (8) acusados de receber dinheiro para integrarem a base aliada do prefeito afastado Antônio de Araújo Barros (PSDB), conhecido como “Toinho Batista”. Agentes da Polícia Civil, Batalhão de Operações Policias Especiais (Bope) e do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre) deram cumprimento aos mandados de prisão expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.
A operação se deu durante a sessão plenária da Câmara de Vereadores de Joaquim Gomes e tinha como alvo os parlamentares Edivan Antônio da Silva, Antônio Gonzaga Filho, Edvaldo Alexandre da Silva Leite, Cícero Almeida Lira, Adriano Barros da Silva, Antônio Márcio Jerônimo da Silva, Antônio Emanuel de Albuquerque de Moraes Filho, o Maninho, e Tereza Cristina Oliveira de Almeida. O ex-secretário de Saúde do município, Ledson da Silva, também foi preso por intermediar o pagamento aos vereadores.
Fonte: GD

[política] Prefeito de Pau dos Ferros declara apoio a Robinson Faria

O prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato (DEM) finalmente declarou nesta quarta-feira (8) que votará em Robinson Faria (PSD) no segundo turno da campanha estadual.

Nas eleições do último dia 5 de outubro, Robinson foi o mais votado nas urnas daquele municípios com 5.972 votos. O anúncio do apoio foi acompanhado pelo prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), e pelo deputado estadual eleito Galeno Torquato (PSD).

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

[política] MPF inaugura em Assu sua quinta unidade no Rio Grande do Norte

O Ministério Público Federal irá inaugurar, no próximo dia 15 de outubro, a Procuradoria da República no Município de Assu. A unidade será a quinta do MPF no Rio Grande do Norte e vem atender a uma área de atuação que abrange 20 municípios potiguares. A solenidade está marcada para 16h30 e contará com representantes da sociedade, do judiciário, das prefeituras da região e de diversos órgãos convidados.

O prédio que irá receber a PRM Assu se localiza na rua Sinhazinha Wanderley, 912, no centro da cidade, e foi completamente reformado para se adequar à estrutura do Ministério Público Federal, que terá como representante na região o procurador da República Victor Queiroga.

Desde 2013, a PRM Assu vinha funcionando nas dependências da Procuradoria da República em Mossoró. Agora com prédio próprio no Município, conhecido como “Capital do Vale”, o MPF alcança cinco unidades, incluindo a PR/RN (em Natal) e as PRMs de Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros.

A inauguração marca mais um passo do processo de interiorização do Ministério Público Federal, que com novas unidades se aproxima ainda mais da população para a qual atua, como também permite uma melhor integração com a Justiça Federal, onde tramitam os processos judiciais do MPF. Para o ano de 2015, há previsão de uma nova PRM no Rio Grande do Norte, a ser instalada no município de Ceará-Mirim.

Confira municípios dentro da área de atuação da PRM Assu
Afonso Bezerra
Alto do Rodrigues
Angicos
Assu
Bodó
Campo Grande
Carnaubais
Fernando Pedroza
Galinhos
Guamaré
Ipanguaçu
Itajá
Lajes
Macau
Paraú
Pedro Avelino
Pendências
Santana do Matos
São Rafael
Triunfo potiguar

[política] Em reunião com Henrique, deputados estaduais reafirmam entusiasmo e confiança com a vitória

O candidato a governador Henrique Alves (PMDB) e seu companheiro de chapa João Maia (PR), se reuniram nesta noite de quarta-feira (08) em Natal, com dezenas de deputados estaduais que integram sua base de apoio. A reunião contou com as presenças do presidente da Assembleia, Ricardo Mota, dos deputados Ezequiel Ferreira, Raimundo Fernandes, George Soares, Kelps Lima, Gesane Marinho, Vivaldo Costa, Hermano Moraes, Gustavo Fernandes, Getúlio Rego, Tomba Farias e os eleitos Albert Dickson e Álvaro Dias. 

Os demais que não puderam estar presentes justificaram suas ausências. Os deputados reafirmaram na ocasião todo o entusiasmo e confiança com a vitória de Henrique neste segundo turno, e definiram algumas estratégias de campanha para suas respectivas regiões. A partir desta quinta-feira (09), além da campanha de rua, propriamente dita também serão realizadas reuniões com lideranças municipais de todas as regiões do Estado.

[política] Blog do Josenias diz que o prefeito de Apodi demitiu médicos do hospital regional porque estão velhos

Deu no blog do Josenias Freitas hoje. Veja:

O casal de médicos mais conceituados da região oeste, com mais de 40 anos dedicados a população de apodiense, foi demitido do Hospital Regional Hélio Morais Marinho em Apodi. Dra Lourdes e Dr. Pinheiro que tinham plantão na unidade hospitalar foram comunicados pela direção que o prefeito havia solicitado a demissão de ambos.

A prefeitura tem um convenio com o governo do estado, recebe esse montante que é justamente para pagamento desses médicos contratados, e para surpresa de toda população após o pleito do primeiro turno o chefe do executivo pediu a demissão do casal de médicos.

A justificativa apresentada junto a direção e apresentada aos médicos é que ambos estariam velhos demais, e portanto sem utilidade para atender a população apodiense, informação que nos foi repassada de forma extraoficial.

A decisão sem justificativa plausível do gestor apodiense gerou inúmeras discussões em redes sociais, defensores e acusadores, sob o fato que se consolida com mais uma decisão errônea do executivo apodiense, um verdadeiro tiro no pé em meio ao pleito do segundo turno das eleições estaduais.

Por telefone Dr. Pinheiro nos comunicou que hoje seria seu último plantão no hospital, já os motivos ele não nos comunicou de forma oficial.

[política] Quem não votou nem justificou no domingo deve procurar o cartório eleitoral

O eleitor que não pôde votar no último domingo nem justificou a sua ausência no mesmo dia do pleito tem até 4 de dezembro para apresentar justificativa ao juiz em qualquer cartório eleitoral.

 A ausência ao primeiro turno não impede a votação no segundo turno e o eleitor que não votou nem justificou a ausência ao pleito do último domingo vai poder votar normalmente no segundo turno que será realizado no próximo dia 26.

Justificativa

Para justificar a ausência, o eleitor deve se dirigir a qualquer cartório eleitoral ,  apresentar  o requerimento de justificativa  e a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito, para que o juiz eleitoral a examine.

Confira o endereço dos cartórios eleitorais em todo o Brasil.

Impedimentos

Sem o comprovante de votação, ou de quitação de suas obrigações eleitorais, o eleitor fica impedido de exercer alguns direitos, tais como: inscrever-se em concurso público; ser empossado em cargo público; obter carteira de identidade ou passaporte; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; obter empréstimos em bancos oficiais; e participar de concorrência pública ou administrativa.

Caso não votem nem justifiquem a ausência, os servidores públicos ficam sem receber seus vencimentos até regularizarem a situação junto à Justiça Eleitoral.

Quem não votar em três eleições consecutivas - considerando cada turno uma eleição - e não justificar sua ausência terá sua inscrição eleitoral cancelada.

Essa regra não se aplica aos eleitores para quem o voto é facultativo - analfabetos, os que têm 16 e 17 anos, e os maiores de 70 anos - e aos portadores de deficiência física ou mental que torne impossível ou demasiadamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Eleitor no exterior

O brasileiro que estava no exterior no dia do pleito, e não se cadastrou para votar no país onde se encontra, tem até 30 dias contados de seu retorno ao Brasil para justificar a ausência no cartório eleitoral.

[politica] Terceiro mais votado no RN, Professor Robério deve ficar neutro no 2º turno

O candidato ao governo do Rio Grande do Norte Professor Robério Paulino (PSOL) surpreendeu os adversários ao obter 8,74% dos votos válidos no primeiro turno, mas o apoio a um deles no segundo turno não está definido. O PSOL fará uma plenária no próximo sábado (11) para definir os rumos do partido na segunda fase da campanha. Henrique Eduardo Alves (PMDB), que teve 47,34% dos votos válidos no primeiro turno, enfrenta Robinson Faria (PSD), que teve 42,04%.

"O PSOL é um partido que decide coletivamente e teremos uma plenária no próximo sábado, mas acho difícil o apoio a qualquer um dos candidatos. É contraditório o partido apoiar um ou outro diante de tudo que foi apresentado na campanha, mas essa não é uma decisão minha", disse Robério.

Com 129.571 votos nas urnas, o professor ressaltou que fez uma campanha por idealismo e gastou R$ 30 mil em toda o processo eleitoral "de propósito para provar que é possível fazer política sem comprar consciência".

Ele agradeceu a confiança dos eleitores e avaliou a votação como um sintoma de que a socidedade está mudando.  "Preciso agradecer principalmente à juventude que me apoiou, às dezenas de milhares de jovens que fizeram campanha junto as suas famílias. É uma votação dos setores mais conscientes da sociedade e estou muito feliz de ter merecido a confiança dessas pessoas. Significa que esse estado tem futuro", afirmou.

O segundo turno acontece no dia 26 de outubro.

Fonte: G1

[política] Primeiro debate do segundo turno entre Henrique e Robinson acontecerá amanhã

O primeiro confronto entre os candidatos ao governo do Estado acontecerá amanhã. O debate ocorrerá, às 22h, na TV Band/Natal, com mediação do jornalista Diógenes Dantas.

Um confronto direto que não foi permitido no primeiro turno.